O Clube da Música Novorizontina

Em 2014 eu voltei para Novo Horizonte, e era pra ficar! Já escaldado, isso não foi  vantagem para que eu não me estrepasse novamente, pois não demorou muito para que eu me deixasse ser envolvido pela síndrome da pequenez, aquela, que insiste em nos lembrar que na cidade pequena o pensamento deve ser idem. Sem perspectivas artísticas e culturais, precisei tomar um susto para entender que a arte pode brotar, até em solos devastados pela cana de açúcar. Quer entender a minha história com a música?

luck

Desde pivete, já tinha comigo essa admiração pela arte e uma necessidade de reproduzi-la. Até os meus desenhos nas aulas de educação artística se destacavam. Na adolescência, assim como muitos, também tive minha fase rebelde e acabei levando a sério essa história de “atitude rock’n’roll”. Envolvido pelo estilo musical, comecei tocar violão e logo montei a minha primeira banda. Mas eu precisava de mais, e aos 22 anos, fui embora de Novo Horizonte, queria tentar carreira como musico e produtor. Fiz de tudo um pouco, fui músico, vendedor de instrumentos, gerente de loja, produtor de vídeos, técnico de som, e nunca, repito, nunca traí o meu compromisso com a Música. Ganhei experiência profissional, tive oportunidade de trabalhar com pessoas incríveis e quando voltei, em 2014, trouxe comigo muito conhecimento e uma bela bagagem extra: A minha família.

Obstinado e persistente que sou, nessa volta ao “Velho” Novo Horizonte, tentei ressuscitar alguns defuntos para marcharem comigo, mas o máximo que consegui foi criar alguns zumbis veganos, que nem de cérebro gostam.

Em 2016 tomei um baita susto quando fui diagnosticado com câncer e fiz uma cirurgia às pressas. Aquela sensação de morte, que só quem passa por isso sabe o que é, também me deprimiu. Então, como refugio, potencializei meus pensamentos e criei o projeto dos Delírios Musicais, um disco com músicas escritas, produzidas e gravadas por mim nessa fase de tratamento. Nele, só eu e eu mesmo num jogo de descoberta e renascimento.

Então, pintou o Clube da Música, e em pouco tempo se tornou “grande”, tive até que parar os Delírios Musicais para dar dedicação total ao Clube. Hoje, olho no espelho e me vejo com um serrote enferrujado numa mão e um microfone na outra, abrindo a mente das pessoas e as nutrindo com histórias que as músicas nos deixaram. Por isso eu sempre digo, a música salva, e vem me salvando desde 1978.

Milhares de pessoas no mundo todo, assinam, e recebem os podcasts do Clube da Música Autoral, e para isso acontecer, tive que abdicar da teoria do “eu sozinho” e em parceria com o meu brother, Rogério Silva, o Clube se tornou “algo maior”, que vem nos orgulhando. O Clube não é uma novela, mas ele cativa e emociona muita gente, além de levar o nome da nossa cidade com ele.

Se por acaso você ficou curioso e quiser ouvir as histórias por trás das musicas que amamos, é só acessar:

clubedamusicaautoral.com.br

Na semana que vem começamos a segunda temporada, e será um prazer poder falar de música com você.

 

Essa matéria foi publicada no Jornal A Tribuna NH e no Facebook NH News.

Assine o NH News Podcast
iOS
Android

Se preferir assinar manualmente, o endereço do feed é:

https://feeds.feedburner.com/nhnewspodcast

Quer receber as novas matérias faladas pelo whatsapp? Click aqui e confirme a mensagem.

Essa matéria teve o apoio da Loja Seu Estilo, roupas masculinas e femininas. A loja Seu Estilo fica localizada no Jardim São Benedito, logo acima do cemitério municipal, na rua Anthonio Pedro Thomitão, 473. Curta a página da loja Seu Estilo no facebook e fique por dentro das novidades.

A produção do Nh news é minha, Gilson de Lazari, e a edição é do Rogério Silva.

Até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s