Vingança pessoal com dinheiro do município? Aqui não!

O prefeito Toyota e sua equipe (que num passado longínquo, até fizeram algumas boas ações), nos últimos anos apenas decepcionam seus eleitores com uma incrível sucessão de erros, denuncias, escândalos e descasos. Porém, quando achamos que não dá para piorar, surge também a suspeita de que um comissionado estaria promovendo vingança pessoal com dinheiro do município. É mole?

coreto

Isolados na sua deprimente incapacidade de ouvir os anseios da população, o prefeito e sua equipe, estão procurando apoio em outras cidades. Esse é o caso da diretoria de Cultura de Novo Horizonte, onde nosso diretor, oriundo de uma cidade vizinha, foi contratado em cargo de comissão pelo salário mensal de 7.286,85 reais.

A primeira medida do diretor de Cultura no inicio do mandato foi excluir e bloquear todos os artistas de Novo Horizonte que ousaram não apoiar o prefeito eleito. Sua segunda medida foi descaracterizar a arquitetura original do coreto municipal, alegando como justificativa que iria realizar eventos mensais no local. Porém isso nunca aconteceu.

Nesse clima de ineficiência e arrogância, o Diretor de Cultura tentou assumir a administração do Centro Cultural, Gino de Biasi Filho, mas acontece que o local já é administrado pela associação Sebastião de Godoy, que por sua vez, gentilmente permitiu que a diretoria de Cultura utilizasse o espaço, desde que: agendasse seus eventos antecipadamente, assim como todos os usuários fazem.

Ofendido, o Diretor de Cultura confabulou com o departamento jurídico da prefeitura uma ação de “esbulho possessório” e um pedido de reintegração de posse. Sugerindo que a associação Sebastião de Godoy, estivesse invadido o Centro Cultural. O Juiz negou a reintegração e o Ministério Publico já emitiu um parecer: “não há irregularidade na concessão”, mas o processo segue.

Desde então, o Diretor de Cultura, passou a boicotar o nosso Centro Cultural, alugando com “dinheiro do município”, espaços particulares para promover eventos da prefeitura. E detalhe… mesmo sabendo que pode usar o Centro Cultural de graça para os eventos da Cultura. Mas talvez a pior ação do diretor contra a cultura da nossa cidade, tenha sido a tentativa de impedir que os alunos da rede municipal visitassem a feira do livro que aconteceu em junho no Centro Cultural, e foi necessário até a intervenção do Secretário de Educação. Olha onde chegou essa briga de ego? Mas calma, vai piorar…

A Diretoria de Cultura, mesmo sem verba, alugou a “Casa do Padre” para ser o “QG da Cultura”. Essa ação foi justificada com mais promessas que jamais serão cumpridas, afinal, o espaço não tem acessibilidade, e por lei, não pode ser usado. É só mais um imóvel alugado sem necessidade, dinheiro que poderia estar sendo investido na cultura, mas é jogado fora. Aliás, o repasse anual de verbas para a diretoria de Cultura é suficiente apenas para os salários dos diretores, sobrando para investir na Cultura praticamente nada. Não faz o menor sentido manter uma diretoria nessas condições, seria apenas mais um cabide de emprego?

Mas vale lembrar que esse “racha” fortaleceu o Centro Cultural. Por lá, toda semana tem projetos musicais, palestras, lançamentos de livros, desfiles e homenagens. Não querendo ficar pra trás, a Diretoria de Cultura deu sua resposta promovendo uma “Feira Literária” no salão paroquial. Além de vender livros para os alunos da rede municipal, também fecharam a rua, alugaram brinquedos e convidaram apenas os artistas que apoiam o prefeito. É óbvio que esse evento teria que ter sido organizado no Centro Cultural, antigo Mercado Municipal, um patrimônio de Novo Horizonte que foi reformado e adaptado através da lei de isenção de impostos patrocinada pela Usina Estiva. Óbvio, mas não foi o que ocorreu.

Os questionamentos sobre o local do evento ecoaram na cidade, todos, “que se importam com a cultura e a educação”, queriam saber o motivo da feira literária não estar sendo no Centro Cultural, mas talvez por não ter uma resposta melhor, o Diretor de Cultura se justificou dizendo que a associação Sebastião de Godoy havia proibido ele e a Diretoria de Cultura de utilizar o Centro Cultural… vê se pode?
O próprio presidente da associação, Vicente Guereschi, confirmou que jamais a Diretoria de Cultura e nem qualquer outro setor da prefeitura foram proibidos de utilizar o espaço. Aliás, o Centro Cultural e a diretoria de Cultura deveriam estar unidos pela cultura e não em brigas judiciais. É uma situação vergonhosa.

Eu prefiro acreditar que esses funcionários públicos não estão promovendo vingança pessoal com o dinheiro do município, mas na duvida, foi protocolado um pedido de esclarecimento sobre a origem do dinheiro usado na tal “Feira Literária”.

(…)

Essa Matéria foi publicada na página do Facebook NH News.

Você se sente seguro em Novo Horizonte? Lembre-se de proteger o seu patrimônio. A Serseg Segurança, esta no mercado a mais de 10 anos. Quer proteger sua casa, sua empresa, seu patrimônio? A Serseg tem a solução ideal para você.

Ligue e peça um orçamento 17 – 3542-1100

Se preferir, acesse o site www.sersegsegurançaprivada.com.br

serseg blog

A produção do NH News é minha, Gilson de Lazari e a edição é do Rogéria Silva. Se você gosta do NH News, saiba que pode ser um patrono e assim ajudar nessa missão que é valorizar a cultura local, levar informação e livrar nossa cidade de antigos estigmas, principalmente, no âmbito político.

Saiba o que é e como ser um patrono acessando o link .

Receba o NH News “grátis” toda segunda pelo whatsapp… É só clicar aqui http://bit.ly/2K4qbFv e confirmar a mensagem.

Meu nome é Gilson de Lazari e foi um prazer falar de Novo Horizonte com vocês. Até a próxima.

Anúncios

Quem tem politico de estimação não consegue rir

O Comediante Marcelo Adnet está fazendo uma série de paródias para o Jornal da Globo imitando os candidatos de 2018. A Globo exibiu até agora, apenas dois, Ciro Gomes e Jair Bolsonaro, mas o comediante disse recentemente que esta muito assustado com as ameaças recebidas por parte dos eleitores do Bolsonaro, aqueles que se dizem pessoas de bem.

maxresdefault

Em entrevista nesta quarta-feira, 5, ao programa “Timeline”, da Rádio Gaúcha, Adnet declarou que “nunca” viu “reações tão violentas em toda sua vida”. Ameaças do tipo: “você merece ser torturado”, “volta pra cuba comunista” e “fracassado” foram enviadas para as redes sociais do comediante. Tais atos e ameaças, foram organizados por militantes pró Bolsonaro que também negativaram o vídeo do Jornal da Globo no You Tube. Hoje esse vídeo do Adnet imitando Bolsonaro tem 100 mil gostei e 300 mil não gostei.

Daí, eu fiquei na duvida… estaria os eleitores do Bolsonaro com “mimimi”?

Para quem não conhece essa expressão, o “mimimi” é geralmente usado nas redes sociais para desmerecer argumentos motivados pelo vitimismo. Por exemplo: É sabido que Jair Bolsonaro só ficou famoso e ganhou milhares de fãs por causa dos seus depoimentos polêmicos e contraditórios, inclusive, recentemente ele negou que os portugueses escravizaram negros africanos e os trouxeram para o Brasil. Inclusive, no mesmo depoimento ele diz que nunca escravizou ninguém, por isso não reconhece essa parte da história.

Como consequência da ignorância, historiadores, professores e até cidadãos comuns ficaram de cabelo em pé, afinal, Bolsonaro quer ser presidente do Brasil.

Felizmente a dinâmica das redes sociais é fantástica e logo, o presidenciável começou a ser questionado pelo absurdo que acabara de dizer em rede nacional, então, seus eleitores, mais conhecidos como “bolsominions” entraram em cena e começaram a defende-lo, alegando que era tudo “mimimi” pois, já não se pode falar o que pensa hoje em dia, está tudo muito chato, ninguém reconhece uma brincadeira, tem sempre que ser politicamente correto e por aí foram as justificativas dos representados pelo mito.

Então, eu volto ao Marcelo Adnet, seguindo como regra a defesa dos bolsominions, posso considerar que o que fizeram ao Adnet, é “mimimi” também, certo?

Mas será que o comediante disse frases tão polêmicas assim contra o candidato? Será que Adnet descriminou Jair? Bom, acho melhor ouvirmos o próprio Adnet:

É sensacional, Adnet faz o mesmo que Chico Anysio, Tom Cavalcanti, Casseta & Planeta e outros, ele tirou um sarro e foi bem sucedido. Cara, quanto ódio e quanto “mimimi” esses eleitores do Bolsonaro tem em seus corações, não?

Mas se você separa-los do bando e conversar individualmente, notará que são apenas pessoas desiludidas com a democracia, que na verdade sequer entendem o valor dela, pois a maioria nasceu em um regime democrático, mas esse assunto para eles é “mimimi” também.

Eu, claro, gargalhei com o vídeo do Adnet, pois não sou um militante partidário apaixonado, quero apenas que o Brasil ande pra frente, evolua de forma saudável e democrática, mas fico triste com a falta de cultura na nossa cidade, apesar de saber que para muitos dos meus conterrâneos, isso também é só “mimimi”.

(…)

Essa Matéria foi publicada na página do Facebook NH News.

Você se sente seguro em Novo Horizonte? Lembre-se de proteger o seu patrimônio. A Serseg Segurança, esta no mercado a mais de 10 anos. Quer proteger sua casa, sua empresa, seu patrimônio? A Serseg tem a solução ideal para você.

Ligue e peça um orçamento 17 – 3542-1100

Se preferir, acesse o site www.sersegsegurançaprivada.com.br

serseg blog

A produção do NH News é minha, Gilson de Lazari e a edição é do Rogéria Silva. Se você gosta do NH News, saiba que pode ser um patrono e assim ajudar nessa missão que é valorizar a cultura local, levar informação e livrar nossa cidade de antigos estigmas, principalmente, no âmbito político.

Saiba o que é e como ser um patrono acessando o link .

Receba o NH News “grátis” toda segunda pelo whatsapp… É só clicar aqui http://bit.ly/2K4qbFv e confirmar a mensagem.

Meu nome é Gilson de Lazari e foi um prazer falar de Novo Horizonte com vocês. Até a próxima.

Mercedez 68 é o carro mais vendido em Novo Horizonte

É quase uma unanimidade, 9 entre 10 pessoas, já escolheram seu novo veiculo, um modelo Mercedez usado, de 1968 – Alemão. Sua lataria foi restaurada no martelinho de ouro e a pintura está reluzente como um espelho. O motor continua original, com os mesmos problemas de antigamente, mas ninguém liga, pois o Mercedez 68 tem garantia de 3 meses para câmbio e motor.

AI 5 BLOG

Eu gosto de carros antigos, principalmente porque esses modelos fabricados hoje em dia são muito frágeis e qualquer batidinha já amaçam, né? Ouvi dizer que os Alemães foram os únicos que fizeram carros com lata boa e motor potente, principalmente durante a década de 30. O problema, é que não podiam trocar os pneus, muito menos devolver o carro em caso de insatisfação.

Conforme os anos se passaram, o Mercedez 68 acabou sendo substituído por modelos mais modernos e eficientes, porém, em 2018, dramaticamente, ele voltou com tudo.

Fiquei Curioso e resolvi dar uma conferida no carrão… não queria ficar de fora dessa onda conservadora, né? E afinal, melhor que Toyota, com certeza deveria ser!

Ao chegar na loja de carros usados eu disse: Bom dia, vim ver o modelo novo.

Ríspido, o vendedor me respondeu: Aqui a gente não tem o “novo” não, aqui é só Mercedez 68!

– Acho que me expressei mau, eu disse “novo”, mas era comparando ao meu velho Fiat 84 que está estacionado aqui na frente.

Então o vendedor, antipático que só, me mostrou o tal do Mercedez 68 e olha, tenho que admitir, é um carro imponente. Mas notei que faltavam alguns acessórios de segurança, tais como: cinto, seta, step, lanternas e retrovisores. O vendedor, já sem paciência comigo disse que isso tudo era frescura. “Quer um acessório de segurança? Toma aqui esse revolver de brinde”.

Achei estranho e meio ressabiado, resolvi guardar a arma no porta luvas, foi quando me deparei com o documento do carro e descobri que aquele era na verdade um Mercedez 68 AI-5. Justo o modelo que a revista 4 rodas havia criticado por não ter autonomia, ser instável nas curvas e responsável pela morte de várias pessoas.

Então, resolvi fazer valer o meu direito de consumidor e pedi um test drive. Quando peguei no volante do possante, logo percebi que a direção não era hidráulica, então o vendedor me disse: “Esse carro é só prá macho, mulher não consegue dirigi-lo não!”

Ao chegar na esquina, tentei virar para esquerda, mas o carro foi para direita atropelando um pedestre… Eu me apavorei e pisei no freio, mas o carro não respondia, do meu lado, o vendedor chorando de rir dizia: Não te falei que o carro era bom?

– Como assim, ele atropelou um pedestre!

– Pedestre nada, era só um viadinho preto, o Mercedão não perdoa, passa por cima mesmo!

Chegando na garagem agradeci e disse ao vendedor que ia pensar a respeito, pois não tinha gostado nada do carro. Ele, na maior arrogância disse que não se importava comigo, e que era para eu ir já me acostumando, pois era só o que teria daqui pra frente.

Voltei pra casa pensativo, sem entender direito os motivos das pessoas gostarem tanto daquele carro velho e sem autonomia… Então, decidi ficar com o meu velho Fiat 84 mesmo, pois apesar de tudo, ele me permite virar para a direita, para esquerda ou seguir em frente se eu quiser. Além disso, se furar o pneu, é só trocar.

(…)

Essa Matéria foi publicada no Jornal A Tribuna NH e na página do Facebook NH News.

Você se sente seguro em Novo Horizonte? Lembre-se de proteger o seu patrimônio. A Serseg Segurança, esta no mercado a mais de 10 anos. Quer proteger sua casa, sua empresa, seu patrimônio? A Serseg tem a solução ideal para você.

Ligue e peça um orçamento 17 – 3542-1100

Se preferir, acesse o site www.sersegsegurançaprivada.com.br

serseg blog

A produção do NH News é minha, Gilson de Lazari e a edição é do Rogéria Silva. Se você gosta do NH News, saiba que pode ser um patrono e assim ajudar nessa missão que é valorizar a cultura local, levar informação e livrar nossa cidade de antigos estigmas, principalmente, no âmbito político.

Saiba o que é e como ser um patrono acessando o link .

Receba o NH News “grátis” toda segunda pelo whatsapp… É só clicar aqui http://bit.ly/2K4qbFv e confirmar a mensagem.

Meu nome é Gilson de Lazari e foi um prazer falar de Novo Horizonte com vocês. Até a próxima.

População assume a bucha: VAI TER RODEIO SIM!

Novo Horizonte é um dos berços da Festa do Peão no Brasil. Zi Biasi, Português, entre muitos outros, foram pioneiros ao investir nesse nicho e elevar, não apenas a cultura rural, mas também as tradições sertanejas e principalmente a auto estima dos novorizontinos. São conquistas arrojadas, de pessoas independentes, que infelizmente estão sendo destruídas pela administração pública. Tanto, que esse ano não ia ter festa, mas a população assumiu a bucha… e vai ter Rodeio sim!

matéria rodeio

A história é longa, mas vou tentar resumi-la – Quando o português deixou o Clube de rodeio, a instituição se enfraqueceu e logo, o recinto, e a festa, ficaram à cargo da prefeitura, mais precisamente, à mercê da administração Toyota. Em 2010, Toninho Belão também passou pela administração, mas apenas deu manutenção à essa mesma equipe que esta aí desde 2000.

No caso da Festa do Peão – A falta de articulação com a população fez a prefeitura optar por entregar nossas festas para empresários de fora, pessoas do ramo de eventos que apenas visão o lucro financeiro acima de tudo. Um absurdo, mas muitas cidades também fazem isso. O que a prefeitura não podia ter feito, era deixar que desvalorizassem as nossas tradições, nossas heranças culturais, forjadas a duras penas por nossos antepassados. Hoje, Novo Horizonte é uma cidade sem cultura, sem memória, sem tradições, e a culpa é exclusivamente da ineficiência da administração pública.

Prova disso, é o fiasco do ano passado, quando comemoramos simultaneamente 50 anos de rodeio e 100 anos de emancipação. Melhor seria não ter feito nada, pois foi um desrespeito com a população. Por outro lado, foi bom, pois também deixou claro que essa administração não consegue corresponder aos mínimos anseios do povo.

Então, inflou-se o apelo popular “volta Clube de Rodeio”, na verdade, tornou-se um lema, uma missão, pois o Clube de Rodeio é a única esperança de restaurarmos o prestigio, não só da festa, mas da cidade. Se eu fosse o prefeito, teria me livrado dessa bucha e entregado o recinto para o Clube de Rodeio, mas isso não aconteceu, e sabemos porque não é? Interesses políticos, manutenção do poder e controle… afinal, o Clube de Rodeio é oposição, aliás, praticamente toda população é oposição, só apoia Toyota quem tem rabo preso, ou não se importa com a decadência da cidade.

O Fato é que – Dar a concessão do recinto ao Clube de Rodeio, enfraquece ainda mais a já abatida e apática administração. Além disso, Novo Horizonte se tornou MIT (município de interesse turístico), mesmo sem ter investimentos na área. Na verdade, Novo Horizonte esta em analise, e as chances de perdermos o MIT e a verba para o turismo são bem grandes, pois ao invés da prefeitura criar um plano consistente, aparentemente querem apenas usar o prestigio da festa do peão para manter o MIT, e detalhe, prestigio esse, que eles mesmos destruíram. Deu pra entender porque o recinto ainda não voltou para o Clube de Rodeio?

Pois bem, esse ano a prefeitura tentou novamente fazer a “licitação” da Festa do Peão, mas nenhum empresário “sério” do ramo de eventos quis participar. Como a prefeitura não quis devolver o recinto para o Clube de Rodeio, eles também não quiseram fazer “só a festa”. Eu falei com o português sobre isso e ele deixou bem claro que não quer apenas explorar a festa, ele quer resgatar as tradições e recuperar o recinto, mas isso a prefeitura não assume, pelo contrário, fazem intrigas.

Como ultima tentativa de realizar o Rodeio, a prefeitura ainda tentou convencer a Santa Casa e outras instituições filantrópicas a se responsabilizarem pela festa e assim, burlarem algumas burocracias. A Santa Casa, apesar de passar por dificuldades, é uma instituição séria, e não quis se envolver em projetos tácitos. Foi então que surgiu o Raí Ascêncio e a RPA Moda Country.

Raí é um empresário do ramo country, ele vende roupas e acessórios o ano todo, mas durante a Festa do Peão, seus lucros aumentam, por isso, é de seu interesse que aconteça o Rodeio. Além disso, Raí sempre promoveu eventos esporádicos na cidade, ele tem conhecimento no ramo e corajosamente bateu no peito e disse: Se ninguém vai fazer, eu faço!

Na última terça feira, (21) Raí e sua esposa Ana, promoveram um coquetel de lançamento da 51º Festa do Peão de Novo Horizonte. O encontro foi exclusivo para empresários da cidade que querem apoiar o evento, pois como é sabido, a festa aquece o comercio local. Quem mais lucra são lojas, restaurantes, hotéis e postos de combustíveis. Além disso, estão dando preferência para os profissionais da nossa cidade. “A Festa será à moda antiga” disse Raí.

O destaque positivo do evento foi o discurso do Roberto Biasi, que com o microfone em mãos, exaltou a coragem do casal de empresários da RPA Moda Country e declarou total apoio da tropa WR e da Usina Estiva.

O destaque negativo ficou, claro, para a administração publica que se fez presente através de Emerson Pontes, representando o ausente prefeito Toshio Toyota, que declarou apoio, mas em contra partida, esta cobrando 20 mil reais de aluguel de um recinto, que eles mesmos abandonaram.

(…)

Essa Matéria foi publicada no Jornal A Tribuna NH e na página do Facebook NH News.

Você se sente seguro em Novo Horizonte? Lembre-se de proteger o seu patrimônio. A Serseg Segurança, esta no mercado a mais de 10 anos. Quer proteger sua casa, sua empresa, seu patrimônio? A Serseg tem a solução ideal para você.

Ligue e peça um orçamento 17 – 3542-1100

Se preferir, acesse o site www.sersegsegurançaprivada.com.br

serseg blog

A produção do NH News é minha, Gilson de Lazari e a edição é do Rogéria Silva. Se você gosta do NH News, saiba que pode ser um patrono e assim ajudar nessa missão que é valorizar a cultura local, levar informação e livrar nossa cidade de antigos estigmas, principalmente, no âmbito político.

Saiba o que é e como ser um patrono acessando o link .

Receba o NH News “grátis” toda segunda pelo whatsapp… É só clicar aqui http://bit.ly/2K4qbFv e confirmar a mensagem.

Meu nome é Gilson de Lazari e foi um prazer falar de Novo Horizonte com vocês. Até a próxima.

 

Tragédia Anunciada

O Bairro São José – Esplanada contrasta a desigualdade que Novo Horizonte ostenta, pois apesar de ser um local rodeado por nossas maiores riquezas, sempre foi um bairro marginalizado e ignorado, não apenas pela administração pública, mas por todos nós do lado de cá!

manifestação

Quando criança, eu ia para o Esplanada uma vez por ano, assistia a Festa do Peão e não voltava mais. Lembro das casas humildes, das ruas de terra, e numa dessas idas, ouvi uma frase que me marcou: “Vejam, aqui é uma favela!” Alguém me disse isso enquanto passávamos em frente de algumas “casas” levantadas com madeiras, papelões e cobertas com lona. Eu, que nunca havia visto uma favela de verdade, passei a temer aquele bairro.

Passaram-se 30 anos e hoje em dia, reconheço o valor das pessoas que vivem lá. Inclusive minha vó, a Dona Zilá, reside na rua Firmino Bibiano da Silva. Sei que muitos, ainda não evoluíram seus conceitos a respeito do Esplanada, evitam o bairro e só aparecem por lá durante a festa do Peão.

Apesar do São José – Esplanada, já estar asfaltado, ainda continua sendo um bairro humilde, onde a maioria das famílias não possui carros, andam a pé, ou de bicicleta. Vocês sabem onde quero chegar, não é?

A duplicação da pista era um sonho, afinal, muitas pessoas morreram naquela travessia perigosa. Todos esperávamos que a reforma trouxesse mais segurança aos transeuntes. Mas após a conclusão da obra, infelizmente piorou, pois esta decretado: “Não vai ter passarela”. Agora, ao invés dos moradores se arriscarem na travessia de uma pista, terão que atravessar duas pistas e um buraco no meio. É mole?

Segundo o DER (Departamento de Estradas e Rodagem), a quantidade de pessoas que transitam por lá, jamais justificaria o investimento em uma passarela. O máximo que podem oferecer, é a instalação de radares.

Semana passada eu fui parado por uma moradora do Esplanada, ela queria me pedir ajuda, disse que aquele cruzamento é uma tragedia anunciada e temia por seus filhos que precisam atravessar a pista para irem à escola. Além disso, não existe iluminação, é um breu só. Presenciei gestantes e mães com carrinhos de bebês sofrendo para pular aquele buraco entre as duas pistas.

“você não pode fazer nada?” – Me perguntou a senhora.

Cara, que dureza, na hora eu disse sim, que escreveria uma matéria cobrando atitudes dos responsáveis do poder publico. Mas logo que virei as costas, comecei a pensar: Poxa, nem se quer a iluminação, da qual pagamos altas taxas mensais, o poder publico prestou-se a instalar? Olha a cidade como está? O que esperar dessa gente? Naquele momento, nenhuma luz brilhava no fim do túnel do Esplanada.

Então me lembrei que, a maior empresa da cidade, a Usina Estiva, fica do lado de lá, no Esplanada. Eles não podem se calar perante um prejuízo social desses. Outra, o Clube de Rodeio está finalmente voltando, tão pouco se calarão, afinal, o Recinto fica no Esplanada.

Ajudar a APAE, a Santa Casa, é lindo e necessário, sim, mas e a Esplanada, quem vai lutar com eles perante essa injustiça? Alguns poucos vereadores foram até São Paulo na semana passada e conseguiram uma pequena, mas valiosa atenção a respeito do caso, que ainda esta longe de ser resolvido, porém, eu me pergunto: Onde está o poder executivo de Novo Horizonte?

Eu sei que essa matéria não é suficiente para mobiliza-los, quem me dera fosse fácil assim. Porém, sei que apenas uma ligação do diretor da Usina cobrando atitudes do executivo, vale mais do que 20 manifestações. E antes que alguém pegue mal comigo, sim, eu sei que não é obrigação da Usina, mas seria legal se ajudassem os moradores do Esplanada, afinal, a Usina fica do lado de lá!

Essa Matéria foi publicada no Jornal A Tribuna NH e na página do Facebook NH News.

Você se sente seguro em Novo Horizonte? Lembre-se de proteger o seu patrimônio. A Serseg Segurança, esta no mercado a mais de 10 anos, atuando exclusivamente na cidade de Novo Horizonte. Quer proteger sua casa, sua empresa, seu patrimônio? A Serseg tem a solução ideal para você.

Ligue e peça um orçamento 17 – 3542-1100

Se preferir, acesse o site www.sersegsegurançaprivada.com.br

serseg blog

A produção do NH News é minha, Gilson de Lazari e a edição é do Rogéria Silva. Se você gosta do NH News, saiba que pode ser um patrono e assim ajudar nessa missão que é valorizar a cultura local, levar informação e livrar nossa cidade de antigos estigmas, principalmente, no âmbito político.

Saiba o que é e como ser um patrono acessando o link .

Receba o NH News “grátis” toda segunda pelo whatsapp… É só clicar aqui http://bit.ly/2K4qbFv e confirmar a mensagem.

Meu nome é Gilson de Lazari e foi um prazer falar de Novo Horizonte com vocês. Até a próxima.

Toshio vs Ideval – (round 2)

Recapitulando: No primeiro round, Ideval partiu pro ataque e acertou Toshio com uma denúncia direto no MP – A existência de uma funcionária fantasma foi um “baque”, mas Toshio, não teve seu status abalado perante a “high socity”. Então, Ideval esquivou-se e deferiu outra informação reveladora: Essa mesma funcionária, também é filha do responsável pelo tal “Município Verde Azul”, sendo assim, esse seria o único  motivo do prêmio estar sendo entregue, todo ano para a mesma cidade: Novo Horizonte!
Sim caro conterrâneo, a chapa esquentou, e hoje, darei sequência a essa SENSACIONAL luta politica. Pode soar gongo cocão, pois vai começar o segundo round.

00000111

Toshio recebeu as últimas instruções de seus treinadores e ao invés de revidar, resolveu cansar o adversário. Ele concedeu uma entrevista ao site NH SP, apresentado pela arrojada Aline Ramos. (Eu queria muito ter usado o áudio da entrevista para ilustrar o que o prefeito falou e assim não deixar nenhuma duvida sobre a veracidade dos fatos, mas infelizmente a Aline não me autorizou.)

Toshio deu a entrevista em seu consultório, pois apesar de ser prefeito, sua atividade principal é como médico ortopedista. Eu queria que ele fosse prefeito em tempo integral, pois a cidade está precisando de um, mas acho que a população não pensa assim, pois já é o quarto mandato do Toshio. Enfim, Aline questionou o prefeito sobre “Muriel” a tal funcionária fantasma, e Toshio, ao invés de responder a acusação,  usou técnicas orientais para desqualificar o denunciante.

Abre aspas:

“Primeiramente essa pessoa que fez a denúncia não merece crédito. Ele inventou uma noticia e agora vai ter que provar. Não há nenhuma irregularidade com essa funcionária”

Fecha aspas.

Toshio finalizou o assunto rapidamente, mas antes, ameaçou os moradores, pedindo que “deletem” aquela informação, pois além da fonte não ser confiável, ele vai levar o caso para justiça, doa a quem doer.

Agora a luta havia ficado equilibrada, Toshio, é um experiente político, e sabe o que o povo quer ouvir. Calar-se, mudar de assunto e ameaçar de processo, são artimanhas que sempre funcionaram em seu governo.

Ideval, o único vereador com culhões para enfrentar o prefeito, ficou no canto do corner. Toshio em vantagem, lembrava Apollo Creed, socando impiedosamente o rosto de Balboa. Mas como em Rocky 2, Ideval reage e volta a atacar Toshio, cara… que luta!

Ideval disparou mais uma sequencia de denúncias fatais, que deixaram Toshio momentaneamente inconsciente. Ele Anexou que, além de Muriel, o seu pai, José Walter Figueredo Silva, coordenador do tal prêmio “Município Verde Azul”, também teria recebido pagamentos pontuais da prefeitura.

Para ser exato, José Waler recebeu 35 mil reais, e foi justamente nos anos que antecederam os títulos que foram entregues para Novo Horizonte.

Mas antes de soar o gongo, Ideval ainda soltou um cruzado de esquerda que lançou Toshio à lona: Jairo Ferraz Sampaio, funcionário em cargo de confiança e aliado político do prefeito foi acusado de ENRIQUECIMENTO ILÍCITO.

Segundo a denúncia de Ideval, Toshio, que também é investigado na operação Zelotes da Policia Federal e tem seus bens bloqueados pela justiça, transferiu ilegalmente casas, lotes e carros para o nome de Jairo, cujo rendimentos na prefeitura não ultrapassam 3 mil reais mensais, sendo assim, seria incompatível com o patrimônio acumulado nos últimos anos que chega a “Meio Milhão de Reais”.

O prefeito está na lona, e a contagem já começou… 10… 9… 8…

 

Essa Matéria foi publicada no Jornal A Tribuna NH e na página do Facebook NH News.

Você se sente seguro em Novo Horizonte? Lembre-se de proteger o seu patrimônio. A Serseg Segurança, esta no mercado a mais de 10 anos, atuando exclusivamente na cidade de Novo Horizonte. Quer proteger sua casa, sua empresa, seu patrimônio? A Serseg tem a solução ideal para você.

Ligue e peça um orçamento 17 – 3542-1100

Se preferir, acesse o site www.sersegsegurançaprivada.com.br

serseg blog

A produção do NH News é minha, Gilson de Lazari e a edição é do Rogéria Silva. Se você gosta do NH News, saiba que pode ser um patrono e assim ajudar nessa missão que é valorizar a cultura local, levar informação e livrar nossa cidade de antigos estigmas, principalmente, no âmbito político.

Saiba o que é e como ser um patrono acessando o link .

Receba o NH News “grátis” toda segunda pelo whatsapp… É só clicar aqui http://bit.ly/2K4qbFv e confirmar a mensagem.

Meu nome é Gilson de Lazari e foi um prazer falar de Novo Horizonte com vocês. Até a próxima.

Seja Patrono do NH News

“Patrono,” é alguém que financia uma benesse, uma expressão artística ou uma causa que esteja relacionada aos seus interesses. Patronos, além de financiar, também aconselham e direcionam essas atividades, de acordo com o seu ponto de vista. O patrono, não necessariamente, precisa se identificar, ele pode ter sua identidade preservada e ainda assim, ser útil com a sociedade ou seus anseios pessoais.

O NH News, é um meio de comunicação independente e inédito na cidade de Novo Horizonte, pois, além de sair na versão escrita, que é publicada no jornal semanal A Tribuna NH, o NH News, com locução de Gilson de Lazari, também é distribuído em áudio, para cerca de 1.000 pessoas na fonte. No Facebook, o NH News é publicado no formato vídeo e somados, seu alcance orgânico, pode chegar a 15 mil pessoas por semana, somente na cidade de Novo Horizonte.

Mas como todos os meios de comunicação, o NH News, também tem custos para ser produzido. Nós estamos abertos para novos anunciantes, mas sabemos que nossos temas as vezes são polêmicos, por isso, precisamos de patronos que acreditem e apoiem nossa missão.

O NH News, tem uma missão: Livrar a cidade de Novo Horizonte, de antigos estigmas, principalmente, no âmbito político. Não omitimos nossa opinião e já deixamos isso bem claro em nossas matérias.

Se você quiser apoiar essa missão, sendo um patrono do NH News, segue abaixo, algumas opções de assinaturas mensais. O valor mensal é debitado no seu cartão de crédito e você pode cancelar o pagamento, na hora que quiser.

R$ 50 mensais:

Apoiar com 50 reais

R$ 100 mensais:

Apoiar com 100 reais

R$ 200 mensais:

Apoiar com 200 reais

Tem gente que não tá entendendo nada, inclusive, eu!

A matéria da semana passada foi meio indigesta, alguns me acusaram de estar contando a versão errada dos fatos, enquanto outros, me pediam para eu ter cuidado. Eu achei fofo a preocupação com a minha pessoa, mas quem tem que tomar cuidado são eles, os políticos e agentes públicos, vulgo, “nossos funcionários” A cidade está em ruínas, isso é fato! Mas o prefeito anda falando que a culpa é de quem joga latinha na praça(?!)
Quando eu falei que essa administração parecia um balaio de gato, era pra não dizer uma zona. Mas não teve jeito, nem todos entenderam, enfim… Devido aos vários alertas que recebi, hoje darei direito de resposta pra todos. Até papagaio vai falar! Então, segura a peruca aí e… Cuidado com o gato!

VEREADORES

<br />

Foi unânime, o Ideval venceu o primeiro round como previsto, mas eu sei que Toshio ainda pode reverter a luta com um golpe surpresa, estilo “Daniel Sam”, mas na atual conjuntura, é como bater em cachorro morto. O prefeito até abdicou do seu direito de resposta, pois “calar-se” é uma das táticas do seu governo. E caso alguém ache que eu tenho que correr atrás do prefeito por respostas, saibam que existe uma diretoria de comunicação muito bem paga para trazer informação e transparência aos munícipes, aliás, isso é obrigação deles.

O Prefeito não quis falar, mas seu representante, o chefe de gabinete, ah… esse falou. Disse em sua rede social que não sabia o que tinha na água da redação do Jornal A Tribuna, pois segundo o mesmo, as matérias eram delirantes. Vejam só a prepotência de quem nunca precisou se explicar?

Já o vereador Ideval, no começo gostou da matéria, pois ela o coloca no mesmo nível do prefeito. Mas depois, quando também foi questionado, voltou atrás e pediu direito de resposta, Ideval pediu que eu dissesse:

“Nunca tive privilégios com o prefeito Toninho Belão, nem com o prefeito Toyota. Estou sendo muito cobrado pelos munícipes por causa dessa matéria e gostaria de explicar que nunca tive regalias. O que sempre fiz, foi defender os servidores municipais e buscar recursos junto aos deputados que apoio.
Nos últimos mandatos, Toyota vem fazendo uma campanha ferrenha contra o sindicato, ameaçando muitos sócios que saem por medo dos seus superiores.”

Além do assessor de gabinete e do vereador Ideval, algumas outras pessoas, que preferem não revelar o nome, vulgo papagaios… Também entraram em contato comigo sobre a matéria e suas opiniões divergem:

“Gilson, foi totalmente o contrário do que você falou… o vereador começou a fiscalizar  e denunciar as irregularidades. (coisa que todos vereadores deveriam fazer) Dai, em retaliação, o prefeito tirou todos os convênios dos servidores com o sindicato… o maior prejudicado disso é o próprio funcionário público.”

Em contra partida:

“Gilson, toma cuidado, parece que você esta defendendo o Ideval, ele é cria do Toyota, essa relação vem de bem antes do Belão.”

E agora? Em quem devo acreditar? No Facebook, Ideval tem torcida, mas pasmem… o prefeito também tem torcida, e cara, tem até gente achando que a cidade vai bem… Juro!

Minha opinião continua a mesma. Uma oposição forte faz um governo eficiente, mas para essa engrenagem funcionar, o governo precisa estar comprometido com os interesses do povo.
Acho justo que se investigue tudo e todos. Mas não acho justo que apenas o vereador Ideval fiscalize e denuncie. Temos 13 vereadores, onde estão os outro 12?

A luta, “Toshio vs Ideval” continuará… na semana que vem teremos o segundo round e parece que Toshio tomou mais dois golpes duros do Ideval essa semana. Já abriram a contagem pro prefeito… Será que ele ainda se levanta?

Descobriremos na próxima semana.

*ERRATA – Na foto que ilustrou a matéria do Jornal, fui alertado que faltaram dois vereadores. Realmente, eu esqueci UM, o Cléber Gaúcho. O Ideval não está na foto por motivos óbvios, ele é o único que não esta escondido debaixo da cama.

Essa matéria foi publicada no Jornal A Tribuna NH e no Facebook NH News.

Assine o NH News Podcast
iOS
Android

Se preferir assinar manualmente, o endereço do feed é:

https://feeds.feedburner.com/nhnewspodcast

Quer receber as novas matérias faladas pelo whatsapp? Click aqui e confirme a mensagem.

Essa matéria teve o apoio da Loja Seu Estilo, roupas masculinas e femininas. A loja Seu Estilo fica localizada no Jardim São Benedito, logo acima do cemitério municipal, na rua Anthonio Pedro Thomitão, 473. Curta a página da loja Seu Estilo no facebook e fique por dentro das novidades.

A produção do Nh news é minha, Gilson de Lazari, e a edição é do Rogério Silva.

Até a próxima!

Toshio vs Ideval (round 1)

Em Janeiro eu fiz a denúncia aqui na Tribuna – O Tal do prêmio “Verde Azul” era suspeito de ser uma farsa. O meu relato foi baseado na opinião de funcionários do departamento do meio ambiente e agricultura que denunciavam isso a céu aberto.
Semana passada, o vereador Ideval Cardoso, também fez essa denuncia, mas dessa vez, direto ao Ministério Publico. O agravante, segundo ele, é que teria também uma funcionária fantasma envolvida nesse rolo… Cara, que balaio de gato que se tornou essa administração!

VS

Quem vê de fora essa treta, mal sabe que o vereador Ideval e o prefeito Toyota já foram amigos um dia. O problema começou quando Toyota, após dois mandados consecutivos, resolveu apoiar o Toninho Belão que venceu e assumiu em 2009. Como prefeito, Belão deu algumas regalias ao Ideval e fortaleceu o sindicato dos servidores públicos.

O acordo político com o grupo do Toyota era que, Toninho Belão se reelegesse na próxima eleição, mas Toyota e seus amigos deram um golpe no Belão e reassumiram o poder, do qual nunca haviam saído.

Nesse racha de acordos políticos, Ideval, acabou ficando contra Toyota que foi eleito novamente em 2012. Como a prefeitura tinha dinheiro sobrando, Toyota manteve alguns acordos com Ideval, mas nessa última eleição de 2016, Toyota ganhou apertado. Ideval foi eleito como vereador no palanque da oposição, daí, já viu… a pedido dos vereadores da base, Toyota extinguiu a obrigatoriedade que os funcionários públicos tinham em contribuir com o sindicato. Sem essa obrigatoriedade, a arrecadação do sindicato diminuiu muito, e isso é o principal motivo da rusga.

Desde então, Ideval, passou a denunciar todas as irregularidades da prefeitura e olha, são muitas, viu? Novo Horizonte, como a maioria dos municípios, nunca esteve com as contas publicas em ordem, mas nunca demos muita importância para isso, pois tudo sempre foi muito bem maquiado por nossos vereadores “chapa branca” e por nossa imprensa vendida. Ainda bem que o pior já passou e hoje temos a Tribuna NH que nos mantém informados.

No escândalo da vez, Ideval, acusa o prefeito de estar pagando uma funcionária comissionada, sem que a mesma esteja cumprindo carga horária. E pior, segundo Ideval, essa funcionária é filha do responsável pelo tal do “Selo Município Verde Azul”, que a prefeitura se gaba por ter sido campeã 3 vezes seguidas.

O ministério publico esta analisando se o prêmio tem algo a ver com esse apadrinhamento ilícito e se a denuncia for confirmada, vai ser mais um processo que entrará na lista do nosso prefeito que já está até com os bens bloqueados pela justiça devido uma investigação da operação Zelotes.

Eu, fiz a minha parte, entrei em contato com a prefeitura e perguntei sobre a funcionária fantasma, mas a resposta foi:

“Vai até o RH e pergunta para eles.”

Também quis saber se o motivo do selo Verde Azul estar sempre vindo para Novo Horizonte tinha ligação com o fato dessa funcionária ser filha do organizador. A resposta foi:

“Entra em contato com os responsáveis do prêmio e pergunta para eles.”

Eu insisti, mas a única resposta que obtive foi que, tudo isso era invenção do Ideval e o tal prêmio é verdadeiro e merecido. Prova disso, segundo eles, é que Novo Horizonte já o faturou mesmo antes de existir esse suposto apadrinhamento ilícito.

A minha opinião continua a mesma: Esse selo verde azul é na verdade cinza, Cinza da cor das ruínas que nossa cidade se encontra, afinal, ninguém vai se assumir na sua incompetência, apenas repetem: “Não temos dinheiro para nada, e por isso não fazemos nada.

 

Essa matéria foi publicada no Jornal A Tribuna NH e no Facebook NH News.

Assine o NH News Podcast
iOS
Android

Se preferir assinar manualmente, o endereço do feed é:

https://feeds.feedburner.com/nhnewspodcast

Quer receber as novas matérias faladas pelo whatsapp? Click aqui e confirme a mensagem.

Essa matéria teve o apoio da Loja Seu Estilo, roupas masculinas e femininas. A loja Seu Estilo fica localizada no Jardim São Benedito, logo acima do cemitério municipal, na rua Anthonio Pedro Thomitão, 473. Curta a página da loja Seu Estilo no facebook e fique por dentro das novidades.

A produção do Nh news é minha, Gilson de Lazari, e a edição é do Rogério Silva.

Até a próxima!

O Clube da Música Novorizontina

Em 2014 eu voltei para Novo Horizonte, e era pra ficar! Já escaldado, isso não foi  vantagem para que eu não me estrepasse novamente, pois não demorou muito para que eu me deixasse ser envolvido pela síndrome da pequenez, aquela, que insiste em nos lembrar que na cidade pequena o pensamento deve ser idem. Sem perspectivas artísticas e culturais, precisei tomar um susto para entender que a arte pode brotar, até em solos devastados pela cana de açúcar. Quer entender a minha história com a música?

luck

Desde pivete, já tinha comigo essa admiração pela arte e uma necessidade de reproduzi-la. Até os meus desenhos nas aulas de educação artística se destacavam. Na adolescência, assim como muitos, também tive minha fase rebelde e acabei levando a sério essa história de “atitude rock’n’roll”. Envolvido pelo estilo musical, comecei tocar violão e logo montei a minha primeira banda. Mas eu precisava de mais, e aos 22 anos, fui embora de Novo Horizonte, queria tentar carreira como musico e produtor. Fiz de tudo um pouco, fui músico, vendedor de instrumentos, gerente de loja, produtor de vídeos, técnico de som, e nunca, repito, nunca traí o meu compromisso com a Música. Ganhei experiência profissional, tive oportunidade de trabalhar com pessoas incríveis e quando voltei, em 2014, trouxe comigo muito conhecimento e uma bela bagagem extra: A minha família.

Obstinado e persistente que sou, nessa volta ao “Velho” Novo Horizonte, tentei ressuscitar alguns defuntos para marcharem comigo, mas o máximo que consegui foi criar alguns zumbis veganos, que nem de cérebro gostam.

Em 2016 tomei um baita susto quando fui diagnosticado com câncer e fiz uma cirurgia às pressas. Aquela sensação de morte, que só quem passa por isso sabe o que é, também me deprimiu. Então, como refugio, potencializei meus pensamentos e criei o projeto dos Delírios Musicais, um disco com músicas escritas, produzidas e gravadas por mim nessa fase de tratamento. Nele, só eu e eu mesmo num jogo de descoberta e renascimento.

Então, pintou o Clube da Música, e em pouco tempo se tornou “grande”, tive até que parar os Delírios Musicais para dar dedicação total ao Clube. Hoje, olho no espelho e me vejo com um serrote enferrujado numa mão e um microfone na outra, abrindo a mente das pessoas e as nutrindo com histórias que as músicas nos deixaram. Por isso eu sempre digo, a música salva, e vem me salvando desde 1978.

Milhares de pessoas no mundo todo, assinam, e recebem os podcasts do Clube da Música Autoral, e para isso acontecer, tive que abdicar da teoria do “eu sozinho” e em parceria com o meu brother, Rogério Silva, o Clube se tornou “algo maior”, que vem nos orgulhando. O Clube não é uma novela, mas ele cativa e emociona muita gente, além de levar o nome da nossa cidade com ele.

Se por acaso você ficou curioso e quiser ouvir as histórias por trás das musicas que amamos, é só acessar:

clubedamusicaautoral.com.br

Na semana que vem começamos a segunda temporada, e será um prazer poder falar de música com você.

 

Essa matéria foi publicada no Jornal A Tribuna NH e no Facebook NH News.

Assine o NH News Podcast
iOS
Android

Se preferir assinar manualmente, o endereço do feed é:

https://feeds.feedburner.com/nhnewspodcast

Quer receber as novas matérias faladas pelo whatsapp? Click aqui e confirme a mensagem.

Essa matéria teve o apoio da Loja Seu Estilo, roupas masculinas e femininas. A loja Seu Estilo fica localizada no Jardim São Benedito, logo acima do cemitério municipal, na rua Anthonio Pedro Thomitão, 473. Curta a página da loja Seu Estilo no facebook e fique por dentro das novidades.

A produção do Nh news é minha, Gilson de Lazari, e a edição é do Rogério Silva.

Até a próxima!